segunda-feira, 4 de maio de 2009

MEDITAÇÃO BÁSICA DO CIRCULO DRUIDA

O foco do druida

Muitos me perguntavam sobre o foco, e a dificuldade de entrar no transe.

Uma das coisas mais cansativas que tem para sua mente e manter-se acordado numa situação monótona, então, obrigue-a, logo estará entrando num estado de sono. Som de tambores ritmados, prestar a tenção num ponto fixo ou ouvir algo que não está com vontade de ouvir. Quando começar a “cabecear”, ou seja, perder a linha, pois está com sono, é neste momento que deve fixar o foco no que deseja estuda na viagem druida e não antes. O foco no mundo espiritual não deve ser o que te cansa e sim outra coisa como um discurso...uma oração monótona. Sua respiração ficará bem difícil quando estiver com muito sono e já não prestando atenção a nada. Assim, neste momento, lembre-se de um local conhecido, deve ser conhecido. E dali vá para um caminho calmo até Stonehange. No centro do círculo, invoque Taliesin. Pergunte a ele sobre sua vocação e ancestralidade druida. Conversem. Agradeça e retorne. Vá ao menos 2x por semana. Treine o foco e parta de lá para outros lugares do círculo. Este é o círculo básico. Daqui partiremos para cada lado, para cima e para baixo, onde todos os caminhos nos levam ao grande conhecimento evolutivo.

Um comentário: